GAROTA DE IPANEMA, O MUSICAL DA BOSSA NOVA – 04/11/17

IPANEMAhqdefault

GAROTA DE IPANEMA, O MUSICAL DA BOSSA NOVA

“Garota de Ipanema, o musical da Bossa Nova”

Espetáculo “Garota de Ipanema, o musical da Bossa Nova” estreia dia 22 de setembro no Teatro Opus, recheado de canções que marcaram um dos movimentos mais importantes da música popular brasileira

Projeto da Aventura Entretenimento, com direção de Sergio Módena e direção musical de Délia Fischer, traz o ator Claudio Lins e grandes nomes da cena musical

Os acordes do violão da bossa nova são inconfundíveis. Um dos movimentos mais influentes da música popular brasileira, que revelou grandes nomes, como Vinícius de Moraes, Tom Jobim e João Gilberto, dá o ritmo ao musical “Garota de Ipanema, o musical da Bossa Nova”, que estreia dia 22 de setembro no Teatro Opus, no shopping Villa Lobos, em São Paulo. Com adaptações da temporada do Rio de Janeiro, o espetáculo, apresentado pelo Circuito Cultural Bradesco Seguros, tem narrações e imagens que representam toda a história da Bossa Nova e a sua importância para a nossa música.

Em cena, um elenco de 10 atores/cantores de primeira grandeza. Claudio Lins (atualmente no programa Popstar, da TV Globo, e com mais de 10 musicais no currículo, como “Elis, a musical” e “O Beijo no Asfalto”), se junta a Fabi Bang (Glinda – a Bruxa Boa do Sul, em “Wicked”), Myra Ruiz (Elphaba – a Bruxa Má do Oeste, em “Wicked”), Marcelo Varzea (“Cazuza para Sempre” e “Lei do Amor”), Nicola Lama (ator italiano, que atuou em “Nine, um musical Felliano”), entre outros, para traçar uma trajetória do estilo musical. O espetáculo conta ainda como protagonistas as atrizes Andrea Marquee (“Hair”, “Rent” e “Cats”), Ariane Souza (“Show em Simonal”) e Eduarda Fadini, do elenco da temporada carioca, além da participação de um coro.

O musical é dividido em quatro partes: Na primeira são abordadas as histórias e curiosidades sobre o nome ‘Bossa Nova’; na segunda a origem do estilo musical, as influências do passado e como o cenário musical brasileiro propiciou o surgimento do movimento; o terceiro bloco trata dos costumes dos artistas da época e os locais onde se reuniam para criar; e o último mostra como a Bossa Nova ganhou o mundo.

Os artistas interpretam composições que ficaram na memória afetiva de toda uma geração, como ‘Samba de uma nota só’ (Tom Jobim e Newton Mendonça), ‘Ela é carioca’ (Tom Jobim e Vinícius de Moraes), ‘Samba da minha terra’ (Dorival Caymmi), ‘O Barquinho’ (Roberto Menescal e Ronaldo Bôscoli), ‘Chega de saudade’ (Tom Jobim e

Vinícius de Moraes), ‘Minha namorada’ (Carlos Lyra e Vinícius de Moraes), ‘Garota de Ipanema’ (Tom Jobim e Vinícius de Moraes), ‘Samba de Verão’ (Marcos Valle e Paulo Sérgio Valle), ‘Mas que nada’ (Jorge Ben), entre outras.

“Para a temporada em São Paulo, decidimos colocar a música à frente da ficção, como um musical show. Temos uma nova equipe criativa, mantendo a essência da bossa nova no espetáculo. E “Garota de Ipanema”, que já foi executada em diversas línguas, é a música que melhor representa este gênero musical”, conta Aniela Jordan, sócia da Aventura Entretenimento, ao lado de Fernando Campos e Luiz Calainho.

Classificação Etária: Livre.

IPANEMAgarota2 IPANEMAHelô-Pinheiro-e-Tom-Jobim IPANEMAhqdefault IPANEMAIMG_3132-718x479 IPANEMAthiago-fragoso-leticia-persiles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *